DSC3599-200x400

Laura Lopes

Intrumentista

Cantora e compositora brasileira, Laura Lopes sempre teve o contato com as artes dentro de casa, fruto da musicalidade da mãe que além de se dedicar ao piano, fez questão de que todos seus 4 filhos fossem musicalizados e introduzidos ao universo da arte ainda quando crianças. A mãe, com razão, queria que seus filhos desenvolvessem a criatividade e a proximidade com a arte. Foi bem sucedida na sua intenção e, em especial, com a sua segunda filha que viraria cantora mais tarde. Laura começou a tocar violão quando adolescente e ali mesmo descobriu que seu maior prazer dentro da música era o canto. Nascida em Belo Horizonte em 1985, Laura Lopes ainda tem na capital mineira o seu lar. A admiração não só pela cidade, sua história e cultura, mas principalmente pelas relações que estabeleceu com o espaço urbano e com as pessoas que ele ocupam são marcantes em seu caminho. Bons amigos, colegas da graduação em Música da UFMG, familiares e um amplo grupo de parceiros belo horizontinos compõem o retrato mais notável da trajetória da cantora. Antes de assumir suas próprias canções, transitou por diversas vertentes da música popular, interpretando artistas de origens variadas. Quando atingiu seus 20 anos passou a compor material que de fato apreciava e assumia para sua produção musical. O tempo vivido no Rio de Janeiro (entre 2009 e 2010)  foi profundamente importante para a sua formação como artista. Lá, Laura estudou na UNIRIO e conheceu diversos músicos e arranjadores, além de ter mergulhado no universo do samba. Seu álbum de estréia é intitulado Abaporu. Representa o olhar para o estrangeiro com a mistura das particularidades da nossa cultura tradicional marcada pela força das cores, ritmos e apuro das poesias e melodias. É a viagem da cantora no universo artístico e sua relação com o homem. Laura bebeu de várias fontes para criar suas músicas, assim como fez Tarsila com o quadro que foi marco inspirador do movimento antropofágico e do próprio modernismo brasileiro. A artista construiu um repertório de 11 canções compostas, em sua maioria, por ela mesma. Quando não, selecionou cuidadosamente músicas inéditas de parceiros que tem trabalhos alinhados ao conceito do disco. Ao lado de artistas talentosos, Laura Lopes faz estréia sólida e criativa. Um deleite para os fãs da boa música brasileira.